Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Tags

Iasep oferece serviços para a prevenção e tratamento do câncer de próstata

 

Nivaldo Ferreira sempre teve uma vida saudável. Praticava esportes, tinha uma movimentada vida social e se sentia muito bem. Mas, no final de 2014, algo começou a mudar em sua rotina: ele passou a sentir ardência ao urinar. A princípio, não achou importante e não tomou nenhuma atitude. Porém, ao perceber que a dor continuava, decidiu procurar um médico e, depois de passar por alguns exames, recebeu o diagnóstico de câncer de próstata.

Iasep garante prevenção e tratamento do câncer de mama

Iasep realiza atividade alusiva ao Outubro Rosa

 

Na manhã desta quinta-feira (10), o Instituto de Assistência do Estado do Pará (Iasep), realizou uma programação em alusão ao Outubro Rosa, voltada aos segurados presentes na recepção do órgão. A campanha, criada nos anos 90, acontece anualmente e tem o objetivo de conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. 

Dia Mundial do Coração: Iasep alerta para cuidados com a saúde

 

Há três anos, o aposentado José Nascimento foi diagnosticado com arteriosclerose, uma doença cardiovascular. Desde então, já realizou alguns procedimentos para tratar o problema, tudo por meio do plano oferecido pelo Iasep (Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará).

Julho Amarelo: Iasep alerta para a prevenção das hepatites virais

 

No próximo domingo (28), é celebrado o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais. A data, escolhida pela Organização Mundial de Saúde (OMS), tem como objetivo advertir a sociedade sobre as formas de prevenção e controle da doença. Em alusão a este dia, durante todo o mês foi realizada a campanha Julho Amarelo, em vários estabelecimentos de saúde do Pará e do Brasil.

Iasep alerta para riscos do glaucoma

 

Doença silenciosa que pode levar à cegueira afeta 2% dos brasileiros acima de 40 anos

Atividade no Iasep orienta segurados sobre prevenção no Carnaval

Na manhã dessa quinta-feira (28), o Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) aproveitou o momento de proximidade com o carnaval para realizar uma atividade de prevenção, enfocando as infecções sexualmente transmissíveis (IST). O evento foi uma iniciativa da Gerência de Assistência Preventiva da autarquia e contou com a parceria da Coordenação de IST/Aids da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Orientações para casos de urgência

Os primeiros socorros são essenciais para garantir a vida e a segurança da pessoa acidentada. Manter a calma, saber os procedimentos  a serem feitos e realiza-los de maneira correta, diminue o sofrimento, previne possíveis complicações e ajuda na recuperação da vítima. O socorro prestado não dispensa atendimento médico, por mais que a vítima apresente melhoras, é necessário solicitar ajuda.

Considerando os casos mais comuns, essas são as dicas de primeiros sugeridas pelo Aplicativo Cruz Vermelha. 

Estresse e má alimentação prejudicam o sistema gástrico

Há 15 anos a professora aposentada Maria das Graças Rodrigues, 69, tinha uma rotina árdua e estressante. Devido à má alimentação e aos problemas no trabalho, ela começou a apresentar dores e sensação de queimação na região estomacal. Com o agravamento dos sintomas, ela procurou atendimento médico e foi diagnosticada com gastrite por Helicobacter pylori, bactéria que aumenta a acidez no estômago. Segurada do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep), ela realizou o tratamento adequado, mas precisou modificar os hábitos alimentares para enfrentar a doença.

Alimentação saudável é forte aliada na prevenção e controle da diabetes

Há três anos, o servidor público Edson Vieira da Conceição, 62, não se preocupava com o estilo de vida que levava. Além de ser sedentário, na sua alimentação era comum o consumo de refrigerantes, doces e alimentos gordurosos. Mas tudo isso precisou mudar quando foi diagnosticado com diabetes tipo 2, aos 59 anos de idade. Para controlar a doença que afeta mais de 16 milhões de brasileiros, segundo o Ministério da Saúde, Edson mudou sua alimentação e adotou a prática de atividade física regularmente, além de tomar medicamentos orais duas vezes ao dia.