Sobre acessibilidade

Serviços

31/01/2019 - 16:15

Em reunião realizada nessa quinta-feira (31) entre a gestão do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) e representantes do Hospital Pro Infantil, foi estabelecido um acordo para a continuidade da assistência aos segurados. A instituição de saúde considerava interromper os atendimentos, por conta de débitos relativos ao ano passado.

Para garantir que os serviços sejam mantidos, a presidente do Iasep Luciane Silva e o credenciado negociaram os pagamentos devidos, de forma que não impactem nem a autarquia, que lida com um déficit deixado pela gestão anterior, nem a empresa, que precisa dos recursos para manter as atividades.

O pediatra Sebastião Ferreira Neto, do Hospital Pro Infantil, ficou satisfeito com a solução encontrada. “Não era minha intenção ser intransigente. Sou muito sensível ao Iasep, é grande parte do meu público. Apenas precisava resolver essa questão, pois a falta de pagamento compromete o trabalho. Mas, com esse compromisso da nova gestão, não vamos mais interromper os atendimentos, conforme tínhamos anunciado”, prometeu o médico.

Luciane Silva explica que a intenção é cumprir todas as obrigações. “Mas só podemos fazer isso gradativamente. Recebemos o órgão com um déficit de 300 milhões, não conseguiremos regularizar isso em tão pouco tempo. Só negociando, com boa vontade de ambos os lados, é que vamos encontrar as melhores soluções”, assegurou.

Texto e foto: Ádria Azevedo (Núcleo de Comunicação/Iasep)